domingo, 18 de abril de 2010


Na esperança que seja ...
Tudo aquilo !!!
Novamente eu quero sentir tal coisa.
e que seja como nunca foi, que seja aquilo que é
para ser, mas que nada passe por acaso.
- que comece como nunca e continue como sempre.
E que tudo seja um fatal desespero do amor.
Para o mais belo prazer de amar
- a tal como tal ...

2 comentários: